Biografia: Carlos Ruiz Zafón

zafon10

Carlos Ruiz Zafón nasceu em Barcelona em 1964 e, segundo o próprio, já sabia que queria ser escrito desde os cinco ou seis anos de idade. No entanto, nunca teve certeza de onde surgiu essa vocação prematura. Sua família não tinha nenhuma tradição literária – sua mãe era dona de casa e o pai um agente de seguros bem-sucedido – embora afirme que o mundo da leitura e livros foram sempre importantes em sua casa.

Ingressou na San Ignacio de Sarrià School, dirigida por padres jesuítas, e em seguida, foi estudar Ciências da Informação. Durante seu primeiro ano de faculdade, recebeu uma oferta de trabalho na área da publicidade. Eventualmente, se tornou o diretor de criação de uma importante agência de publicidade em Barcelona, mas, em 1992, decidiu largar o emprego para se dedicar à literatura.

zafon

Zafón iniciou a carreira de escritor com romances young adult. Seu primeiro livro, O Príncipe da Névoa, foi publicado em 1993 e se tornou um sucesso, conquistando o Edebé Prize. Com o dinheiro que ganhou com o livro, decidiu realizar um sonho de infância: ir à Los Angeles e conhecer a capital do cinema. Ele passou alguns nos Estados Unidos escrevendo roteiros enquanto também publicava seus romances. Os próximos três livros de Zafón também foram voltados para os leitores mais jovens: O Palácio da Meia-Noite (1994) e As Luzes de Setembro (1995), completando a trilogia iniciada em O Príncipe da Névoa, e Marina (1999).

No entanto, a transformação do autor espanhol em um best-seller só veio em 2001, com a sua primeira publicação destinada ao público adulto: A Sombra do Vento – uma complexa história dentro de uma história ambientada na Barcelona pós-guerra civil. O livro foi traduzido para inúmeros idiomas e, embora tenha tido um começo devagar na Espanha, logo se tornou um dos livros de língua espanhola mais vendidos em todo mundo, além de ter recebido vários prêmios ao longo dos anos. Apesar das várias ofertas recebidas, Zafón sempre rejeitou a possibilidade de uma adaptação cinematográfica do livro. Ele insiste que não precisa do dinheiro e que nenhum filme poderia retratar a história melhor do que a leitura.

zafon11

O segundo livro de Zafón voltado para o público adulto foi publicado em 2008. O Jogo do Anjo foi um sucesso extraordinário. O lançamento do livro foi amplamente divulgado na mídia espanhola. Se você tivesse tido a sorte de visitar Barcelona naquela época, teria visto as enormes filas de pessoas esperando para comprar o livro. Na primeira semana após ser lançado, o livro já havia vendido 250 mil cópias só na região da Catalunha.

Os dois livros fazem parte de uma tetralogia dedicado a cidade natal de Zafón. O terceiro livro, O Prisioneiro do Céu, foi publicado em 2011 e possui um tom mais otimista e menos derrotista que seu antecessor. O Labirinto dos Espíritos foi publicado ano passado e encerra a série O Cemitério dos Livros Esquecidos de forma magistral.

zafon9

Sobre o seu criativo estilo de escrita, Zafón afirmou que sempre escreve como se estivesse produzindo um filme, em três fases. A primeira fase é a pré-produção, onde você cria um esquema de tudo que vai acontecer, embora sempre acabe mudando tudo. Em seguida vem a parte da filmagem, em que você coleta os elementos que vão formar a película em si. Entretanto, durante essa fase, você acaba indo mais fundo na história, às vezes mais do que esperava, e precisa mudar muita coisa. Por fim, a última parte é fazer tudo isso parecer natural. Essa é a fase mais trabalhosa, mas visualizar as narrativas de forma cinemática ajuda bastante.

Principais obras publicadas no Brasil:

A Sombra do Vento (2001)

zafon1Barcelona, 1945. Daniel Sempere acorda na noite de seu aniversário de onze anos e percebe que já não se lembra do rosto da falecida mãe. Para consolá-lo, o pai leva o menino pela primeira vez ao Cemitério dos Livros Esquecidos.

É lá que Daniel descobre A sombra do vento, romance escrito por Julián Carax, que logo se torna seu autor favorito, sua obsessão. No entanto, quando começa a buscar outras obras do escritor, Daniel descobre que alguém anda destruindo sistematicamente todos os exemplares de todos os livros que Carax já publicou, e que o que tem nas mãos pode muito bem ser o último volume sobrevivente.

Junto com seu amigo Fermín, Daniel percorre a cidade, adentrando as ruelas e os segredos mais obscuros de Barcelona. Anos se passam e sua investigação inocente se transforma em uma trama de mistério, magia, loucura e assassinato. E o destino de seu autor favorito de repente parece intimamente conectado ao dele.

O Jogo do Anjo (2008)

zafon2Barcelona, anos 1920. David Martín tem vinte e oito anos, uma casa em ruínas e um talento para a literatura que nunca o protegeu de desgraças ou lhe trouxe qualquer glória. Com uma doença terminal e vendo o amor da sua vida nos braços do melhor amigo, David passa os dias em sua mansão lúgubre, escrevendo séries policiais e vendendo barato o seu talento.

É quando surge Andreas Corelli, um misterioso editor estrangeiro com uma proposta irrecusável. Fama, dinheiro, saúde: tudo em troca de um único livro. Um livro que terá o poder de influenciar milhões de vidas. Um novo evangelho.

Mas, conforme a obra se desenvolve, David percebe que existe uma conexão sinistra entre o livro que está escrevendo e as sombras que envolvem sua casa dilapidada — e que seu editor também esconde alguns segredos perturbadores. Mais uma vez, Zafón nos leva por uma Barcelona sombria e gótica, em uma trama cheia de intrigas, romance e tragédia.

O Prisioneiro do Céu (2011)

zafon3Barcelona, 1957. É natal e os clientes são escassos na livraria Sempere & Filhos; as contas vêm se acumulando. É quando um homem com mão de porcelana visita a loja e compra o item mais caro: um exemplar raríssimo de O conde de Monte Cristo, onde deixa a dedicatória “Para Fermín Romero de Torres, que retornou de entre os mortos e tem a chave do futuro”.

Este é o ponto de partida para que conheçamos mais da história de Fermín, incluindo seus anos no Castelo Montjuic, a prisão do governo Franco, na época gerenciada pelo nefasto Mauricio Valls.

Com medo de que um segredo enterrado há vinte anos finalmente venha à tona, ele narra a Daniel suas tentativas de fuga da prisão, junto a um companheiro de cárcere.

O prisioneiro do céu é uma história sobre prisão, tortura, inveja, traição e assassinato, onde as tramas de A sombra do vento e O jogo do anjo convergem para a resolução do enigma escondido no coração do Cemitério dos livros esquecidos.

O Labirinto dos Espíritos (2016)

zafon4Madrid, anos 1950. Alicia Gris é uma alma nascida das sombras da guerra, que lhe tirou os pais e lhe deu em troca uma vida de dor crônica. Investigadora talentosa, é a ela que a polícia recorre quando o ilustre ministro Mauricio Valls desaparece; um mistério que os meios oficiais falharam em solucionar.

Em Barcelona, Daniel Sempere não consegue escapar dos enigmas envolvendo a morte de sua mãe, Isabella. O desejo de vingança se torna uma sombra que o espreita dia e noite, enquanto mergulha em investigações inúteis sobre seu maior suspeito — o agora desaparecido ministro Valls.

Os fios dessa trama aos poucos unem os destinos de Daniel e Alicia, conduzindo-os de volta ao passado, às celas frias da prisão de Montjuic, onde um escritor atormentado escreveu sobre sua vida e seus fantasmas; aos últimos dias de vida de Isabella, com seus arrependimentos e confissões; e a intrigas ainda mais perigosas, envolvendo figuras capazes de tudo para manter antigos esqueletos enterrados.

O Príncipe da Névoa (1993)

zafon5Em 1943, a família do jovem Max Carver muda-se para um vilarejo no litoral, por decisão do pai, um relojoeiro e inventor. Porém, a nova casa dos Carver está cercada de mistérios. Atrás do imóvel, Max descobre um jardim abandonado, contendo uma estranha estátua e símbolos desconhecidos.

Os novos moradores se sentem cada vez mais ansiosos: a irmã de Max, Alicia, tem sonhos perturbadores, enquanto a outra irmã, Irina, ouve vozes que sussurram para ela de um velho armário. Com a ajuda de Roland, um novo amigo, Max também descobre os restos de um barco que afundou há muitos anos, numa terrível tempestade. Todos a bordo morreram na ocasião, menos um homem – um engenheiro que construiu o farol no fim da praia.

Enquanto os adolescentes exploram o naufrágio, investigam os mistérios e vivem um primeiro amor, um diabólico personagem surge na trama. Trata-se do Príncipe da Névoa, um ser capaz de conceder desejos a uma pessoa, ainda que, em troca, cobre um preço demasiadamente alto.

O Palácio da Meia-Noite (1994)

zafon7Ben e Sheere são irmãos gêmeos cujos caminhos se separaram logo após o nascimento: ele passou a infância num orfanato, enquanto ela seguiu uma vida errante junto à avó, Aryami Bosé. Os dois se reencontram quando estão prestes a completar 16 anos.

Junto com o grupo Chowbar Society, formado por Ben e outros seis órfãos e que se reúnem no “Palácio da Meia-Noite”, Ben e Sheere embarcam numa arriscada investigação para solucionar o mistério de sua trágica história.

Uma idosa lhes fala do passado: um terrível acidente numa estação ferroviária, um pássaro de fogo e a maldição que ameaça destruí-los. Os meninos acabam chegando até as ruínas da velha estação ferroviária de Jheeter’s Gate, onde enfrentam o temível pássaro.

Cada um deles será marcado pela maior aventura de sua vida. Publicado originalmente em 1994, “O Palácio da Meia-Noite” – segundo romance do fenômeno espanhol Carlos Ruiz Zafón – traz uma narrativa repleta de fantasia e mistério sobre coragem e amizade.

As Luzes de Setembro (1995)

zafon6Durante o verão de 1937, Simone Sauvelle fica de repente viúva e abandona Paris junto com os filhos, Irene e Dorian. Eles se mudam para uma cidadezinha no litoral da Normandia, e Simone começa a trabalhar como governanta para Lazarus Jann, um fabricante de brinquedos que mora na mansão Cravenmoore com a esposa doente.

Lazarus demonstra ser um homem agradável, trata com consideração Simone e os filhos, a quem mostra os estranhos seres mecânicos que criou: objetos tão bem-feitos que parecem poder se mover por conta própria. Já Irene, fica encantada com a beleza do lugar e por Ismael, o pescador primo de Hannah, cozinheira da casa. Os dois logo se apaixonam.

Todos estão animados com a nova vida quando acontecimentos macabros e estranhas aparições perturbam a harmonia de Cravenmoore: Hannah é encontrada morta, e uma sombra misteriosa toma conta da propriedade.

Juntos, Irene e Ismael, desvendam o segredo da espetacular mansão repleta de seres mecânicos e sombras do passado, enfrentam o medo e investigam as estranhas luzes que brilham através da névoa em torno do farol de uma ilha. Em As luzes de setembro, aquele mágico verão na Baía Azul será para sempre a aventura mais emocionante de suas vidas, num labirinto de amor, luzes e sombras.

Marina (1999)

zafon8Na Barcelona dos anos 1980, o menino Óscar Drai, um solitário aluno de internato, conhece Marina, uma jovem misteriosa que vive num casarão com o pai idoso. Em passeios pela cidade, os dois presenciam uma cena estranha num cemitério e se envolvem na resolução de um mistério que remonta aos anos 1940. Numa tentativa inútil de escapar da própria memória, Oscar abandona sua cidade. Acreditava que, colocando-se a uma distância segura, as vozes do passado se calariam. Quinze anos mais tarde, ele regressa à cidade para exorcizar seus fantasmas e enfrentar suas lembranças – a macabra aventura que marcou sua juventude, o terror e a loucura que cercaram a história de amor.

 

Deixe uma resposta